terça-feira, 14 de setembro de 2010

Câmara rebate críticas sobre gastança

Segue nota de esclarecimento, divulgada a pouco pela assessoria de imprensa do Legislativo...


Em relação a matéria publicada no Jornal A Notícia entitulada “ As Câmaras que mais gastaram em diárias”, queremos esclarecer o seguinte:
Enquanto somos alvos de críticas, que acabam sendo esvaziadas com ações, trabalho, resultados e aprovação das contas pelo Tribunal de Contas do Estado, pela primeira vez na história da Câmara de Vereadores de São Francisco do Sul, quando assumiu a Presidência o vereador Vilson Reichert, quase no final do seu primeiro ano de mandato, mais precisamente em setembro de 2009, o Poder Legislativo retornou aos cofres da Prefeitura, a quantia de R$ 350.000,00 (rezentos e cinqüenta mil reais). Esses recursos, economizados num esforço que contou com uma estratégia de austeridade administrativa, e que foram encaminhados à Prefeitura Municipal, teve como destino o pagamento do Projeto Ambiental referente ao asfaltamento da Estrada Geral do Ervino, uma reivindicação antiga dos moradores e veranistas daquela localidade.


O dispêndio com diárias, em torno de 6 a 7% do orçamento anual da Câmara, foram gastos com viagens dos 9 vereadores, 25 assessores e demais servidores do legislativo. É importante ressaltar, que em função da maioria dos vereadores, estar ocupando o cargo na primeira legislatura, se faz necessário freqüentar cursos específicos que possam auxiliar num desempenho mais eficiente na análise dos projetos de leis encaminhados pelo Poder Executivo, bem como na elaboração dos projetos de leis do Poder Legislativo. Também os assessores e funcionários necessitam de constante reciclagem para o desempenho de suas funções, participando de cursos. Devemos ressaltar ainda, que no valor acima mencionado estão incluídas  despesas com viagens à Brasília, Florianópolis e outras localidades, em busca de recursos para serem aplicados na viabilização de projetos municipais, e conhecimento de outras realidades para utilização em nosso município.
A partir de janeiro de 2009, também foram direcionados recursos na modernização do sistema de informática, com a instalação de novos computadores e impressoras, uma vez que o sistema utilizado demandava constantes gastos com reparos.
Preocupado em dar aos francisquense uma Casa de Leis, que possa receber a população com mais dignidade e conforto, foi adquirido um terreno de 880 m², na Alameda Ipiranga, ao lado do atual prédio da Câmara.


Para economizar recursos financeiros, o projeto arquitetônico referente a ampliação e reforma foi elaborado pela AMUNESC (Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina), através de uma equipe de engenheiros. O projeto estrutural tem 858,17 m² de área construída. Um investimento já garantido com 70% de recursos próprios do Legislativo. Esse investimento se faz necessário, uma vez que as atuais instalações estão apresentando problemas estruturais, e principalmente porque a partir da próxima legislatura está previsto o aumento do número de vereadores de 9 para 13. Os atuais gabinetes são verdadeiros cubículos, não comportando a equipe de trabalho dos parlamentares, composta por dois assessores. Com as novas instalações, os vereadores e assessores poderão atender à população com mais conforto e agilidade.
Apesar de algumas críticas infundadas, os vereadores continuam realizando um trabalho sério, preocupados em sempre melhorar, e honrar o cargo público que ocupam, e que à eles foi confiado,  através do voto do eleitor francisquense.

18 comentários:

  1. ...Câmara rebate críticas sobre gastança...um típico exemplo que o papel aceita tudo, ficou lindo o texto e que "bonzinhos" retornaram grana para os cofres do município.
    Queremos sim, ver uma relação de vereador para vereador, o que cada um gastou e para onde foi e ver se realmente pode apresentar algo que convence o gasto.
    Fazer cursos, aperfeiçoamento para legislar isto deveria ser exigido ao se candidatar, como qualquer um de nós que se candidata a qualquer cargo, ser exigido conhecimento suficiente para exercer esta ou aquela função, não ser admitido sem conhecimento algum e depois por conta do contratante (povo) fazer o seu aperfeiçoamento, ah, sim está dentro da lei, tudo bem mas que é imoral uma gastança destas isto é, pelo desempenho que depois vemos ao longo dos seus mandatos.

    ResponderExcluir
  2. Todo mundo sabe que o papel aceita tudo.
    Escrever é fácil o negócio é provar.

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente essa desculpa não cola, foi um absurdo esses gastos acima do normal em comparação as câmaras do Estado todo.

    ResponderExcluir
  4. "Devemos ressaltar ainda, que no valor acima mencionado estão incluídas despesas com viagens à Brasília, Florianópolis e outras localidades, em busca de recursos para serem aplicados na viabilização de projetos municipais, e conhecimento de outras realidades para utilização em nosso município."
    Que resultados trouxeram essas "buscas" de recursos até o momento?
    Ampliar a Camara? gasto desnecessario se poucos são os munícipes que frequentam as dependencias da Câmara para assistir as seções. Salas que parecem cubiculos? tem prefeitura que nem sala para os vereadores tem.... Piada mesmo... Todo presidente de camara que entra faz só uma obra importante em sua gestão... ou é a construção da Câmara ou a reforma da mesma.....

    ResponderExcluir
  5. isso que eu li só pode ser uma piada né? antes a Câmara tivesse ficado calada. parabéns Vilson, sua gestão na Câmara está ótima, fala sério! Ou vc acha que está com tanta popularidade quando o nosso prefeito?

    ResponderExcluir
  6. Professores e Francisquenses em geral, não se esqueçam que foi o atual governo estadual que entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal CONTRA O PISO SALARIAL DOS PROFESSORES. Agora pedem o voto dos professores.

    ResponderExcluir
  7. Bom pela explicação da Câmara, a passagem de um cidadão pelo seu quadro de funcionários ou como produtivo edil, alicerçado pelo seu constante treinamento, o transforma em um doutor em legislação e contabilidade. Quanta bobagem, a Câmara só devolveu dinheiro a Prefeitura porque não encontrou meios de gasta-lo. Espero que nenhum seja reeleito e que o processo de renovação nos leve a eleger gente comprometida com a comunidade e não consigo mesmas.

    ResponderExcluir
  8. È esta Camara realmente esta de brincadeira, porque o Presidente Virso, disse que esta agindo com auteridade. Olha pessoal a matematica é simple se em Joinville são 21 vereadores e ficou em 1º na gastança, e São Francisco do Sul que ficou em 2º com 9 vereadores, São Francisco com certeza e a Camara que mais gastou no Brasil com aval do seu Presidente.

    ResponderExcluir
  9. Sared,amigo e inimogos do CAIO13, creio que os partidos de esquerda, bem como alguma destas ONGS, e até mesmo a população Francisquense, deveriam cobrar e exigir um grau maior e elevado de transparência dos gastos da nossa Câmara, afina de contas eles são pagos com o nosso dinheiro e não dinheiro de ALIENIGENAS, portanto que se abra a caisa de gastos dos vereadores.

    ResponderExcluir
  10. Mostrem as provas senhores vereadores onde foi gasto essa dinherama e qual foi o recurso que trouxeram para SFS com as tantas viagens.

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho que pagar do meu bolso para fazer um curso e depois vou procurar um emprego na área do curso porque estou apto a axercer tal função.
    Agora é diferente a situação dos vereadores,assume o posto sem conhecimento nenhum fazem curso e viagens por conta do povo não prestam conta e não mostram resultados.
    É mole ou quer mais

    ResponderExcluir
  12. Desde que conheço o Legislativo esse é o primeiro que se somar todos os edis não escapa um. Aliás, um comentário feito dentro do blog é muito pertinente quando diz que pra entrar deveria já ter os diplomas designados aos cargos que serão ocupados. Se falassem em reciclar, aperfeiçoar e melhorar, tudo bem, mas fazer cursinho para entender o que é Legislar e criar e aprovar Projetos...é uma piada mesmo e de muito mau gosto. Bem feito para todos que votaram em cada um que lá está. Sinto por São Francisco que continuará sem nenhum vereador capaz de contribuir de VERDADE com a melhoria e crescimento do município. Pois jogaram foram R$ 32.000.000,00 da Macrodrenagem por pura birra...nem isso eles souberam entender...por isso tem que fazer cursinho mesmo...arre...até quando??????????

    ResponderExcluir
  13. Dúvido que o Presidente da Câmara de Vereadores, tenha a coragem de mostrar os gastos, Dúvido.

    ResponderExcluir
  14. Quando não se tem partidos políticos comprometidos com a transparências, com a causa e defesa da coisa pública , quem perde é a cidade e ops seus cidadãos.
    Ficar em sala ou em gabinetes só TEORIZANDO não adianta muito.
    Só cobrar em epóca de campanha e jogar para a galera nos discursos tanto da direita quanto da esquerda também cheira a DEMAGOGIA.
    Estou cada vez mais convencido que devo voltar a minha coleção de selos e deixar a política desta cidade e seus políticos em paz.

    ResponderExcluir
  15. Mateus Müller de Oliveira17 de setembro de 2010 08:41

    Prezados Amigos, Bom Dia.

    Infelizmente, nenhum vereador veio até o blog prestar contas; bem como a nota divulgada pela Câmara de Vereadores é superficial, não especificando para quais lugares estes vereadores e foram, bem como os benefícios para o município.
    A Câmara de Vereadores há tempo possui vários links sem conteúdo, como Prestação de Contas, Licitações e Sessões Itinerantes; na reformulação do site, estes itens foram excluídos, então é uma pena que o Presidente da Câmara, Vilson Reichert, não tenha respondido a questão demonstrando a transparência da Câmara, pois, possivelmente, ela não existe.

    Abraço,
    Mateus.

    ResponderExcluir
  16. É Sr Heinz e demais blogueiros, estão com a razão. Precisamos de vereadores comprometidos com a cidade, que possam pelo menos entender um texto escrito (já que é demais querer que saibam escrever um projeto), que sejam HONESTOS, que mostrem seus gastos, que ao fazerem CURSOS mostrem o diploma, exponham e expliquem seu conteúdo e o que aprenderam, em plenário, para que possamos questioná-los. Que ao final deste ano divulguem suas atividades no correr do ano que passou e quais projetos úteis foram apresentados (não vale nome de rua e outros afins). Assim teremos condições de separar o joio do trigo para as próximas eleições...
    PS. O Sr Vereador Vilson, na defesa informou serem 25 (vinte e cinco) os assessores e que cada vereador tem 2 (dois), logo 2 x 9 = 18. Os outros 7 (sete) são assessores dos assessores?

    ResponderExcluir
  17. Antonio Muriel.

    O Caio 13 etá correto, so com o compromentimento dos partidos e com a cobrança junto aos vereadores é que teremos uma São Chico mais sadia e saneada e com mais trasprência.
    Temos também é que mudar a cabeça da população e não elegermos mais vereadores demagogos e com interesses escusos.

    ResponderExcluir
  18. Srs EDIS investir na qualificação dos servidores do legislativo é sem dúvida uma ótima idéia, mas e os servidores efetivos da prefeitura? como ficam nessa história? sem um plano de cargos e salários, sem a reposição salarial, que não é segredo de ninguém que esta na casa dos 80 %, pois com o plano de carreira, é fato em praticamente todos os municípios, de SC muitos com arrecadação bem abaixo de SFS, enfim, não estamos exigindo nada a mais, apena só o que nos é de direito.

    ResponderExcluir