sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Bombeiros pedem socorro

Os Bombeiros Voluntários de São Francisco do Sul estarão trabalhando nas ruas durante todo este sábado, desta vez não será para resgates ou combatendo incêndios, mas sim, um pedido socorro a população.
O atraso no repasse e renovação do convênio com a Prefeitura Municipal fez com que as condições financeiras da entidade se abalassem. Outras fontes de recurso, como uma lei municipal de incêndio, que exige as empresas marítimas a pagarem uma taxa por navio atracado no porto e a colaboração dos residentes da cidade na fatura de conta de luz são as únicas rendas da instituição. Mesmo assim não conseguem suprir todas as despesas da corporação.
Para tentar amenizar a crise financeira, os bombeiros voluntários estarão espalhados em três pontos da cidade, realizando um pedágio. O valor pedido é o que os abordados puderem oferecer. Com este objetivo, a entidade pede para que todos colaborem, pois o retorno do benefício será para a própria comunidade.
Situação


Conforme apurado, para manter o serviço de atendimento das ambulâncias, por exemplo, a corporação gasta cerca de cinco mil reais por mês (2,5 mil por quinzena), mas cinco mil em combustível, fora as despesas com manutenção. Somando só os valores com material e combustível, uma base de custo de dez mil reais (valor incerto, pois pode oscilar para mais), sendo que a média de atendimento mensal das Unidades de Socorro Básico – USBs, gera cerca de 430 chamadas, somente com as ambulâncias que são três (duas na Central e uma na Unidade do Ubatuba).


Além dessas despesas, há ainda a manutenção de toda estrutura: viaturas, unidades, uniformes para os bombeiros, entre as imprevisíveis.
A entidade hoje possui uma frota de onze veículos (três ambulâncias, três caminhões de combate a incêndio, uma moto de apoio a ocorrência, dois veículos de apoio operacional, além de uma caminhonete, que está desativada por problemas mecânicos, além de um outro veículo que está sendo adaptada para ser utilizado como ambulância e deverá auxiliar no atendimento a população no inicio de fevereiro). A corporação ainda conta com duas embarcações, que dão todo apoio a ocorrências marítimas.
Para comportar todas as viaturas, os bombeiros voluntários possuem três unidades. A Central, localizada defronte ao Fórum, atendendo toda a região que inicia na lombada eletrônica do Iperoba e finaliza no Canal do Línguado, ainda cobrindo a região da Ribeira e Ervino. A Unidade Ubatuba, que atende a partir da lombada eletrônica do Iperoba até os bairros dos balneários.
Dependendo da demanda, uma terceira unidade na Enseada é ativada nos finais de semana para auxiliar nos atendimentos, que aumentam muito nessa época do ano.


O contingente de bombeiros voluntários é de 80, entre homens e mulheres. Porém, devido aos seus compromissos com o trabalho; esse número baixa para 20 bombeiros voluntários ativos. Para isso, em 2002, 30 plantões foram contratados sendo divididos em oito equipes (quatro na Central e quatro na Unidade do Ubatuba), que trabalham em escalas de revezamento de 12/36h (12 ativo e 36h descanço).
Além dos bombeiros voluntários operacionais a instituição mantém o Programa Bombeiro Mirim, que realiza um trabalho social com crianças e adolescente com faixa etária de 10 à 18 anos.
Todo esse trabalho depende dos convênios com a Prefeitura, empresas privadas (que doam materias e equipamentos), comunidade (através da conta de luz), e governo estadual (que repassa convênio para aquisição de materiais).

Outras entidades


Há informações que outras entidades também não receberam ou não tiveram seus convênios renovados. Conforme algumas fontes, a Rede Feminina de Combate ao Câncer estaria fechada, ao menos ontem (quinta-feira), pois não podem oferecer o serviço gratuito aos seus pacientes, por falta de recurso (essa informação não foi apurada).
Até o momento, a informação é que esse impasse continuará até segunda-feira (25/01) quando a Prefeitura Municipal irá analisar cada convênio, e assim, as entidades que esperam pelo repasse poderão ter uma definição da administração publica.

Por Cesar Blanski -


A Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Francisco do Sul envia e-mail para contestar a informação de que a entidade teria ficado fechada na última quinta-feira (21) por dificuldades financeiras, resultado da falta de repasse de verba pela Prefeitura.Clélia Maria Cidral Branco, presidente da Rede, informa que a entidade está em recesso, e que retomará as atividades amanhã, quarta-feira. "Gostaria de salientar que para os nossos pacientes em tratamento é elaborada uma escala em que voluntárias realizam as viagens a Joinville para os devidos procedimentos, de acordo com a necessidade de cada um. Na verdade a Rede não pára, só a sede é fechada nesses dias", esclarece Clélia.


47 comentários:

  1. com certeza vou colaborar, ea populaçao tbm com certeza, pois isto sim é uma necessidade, pois nunca se sabe qdo ou quem vai acabar precizando. temos que nos concientizar disto. pois é a obrigaçao dos orgaos competente ou incompetente da prefeitura .

    tinha que tirar uma casquinha........

    ResponderExcluir
  2. vejam só povo francisquense, em que situação chegamos. que até o corpo de bombeiros está pedindo agúa,que espécie de administração é essa que até o repasse dê quem presta socorro aos municipes está na mão. é o fim da picada mesmo. top prefeito para o bem do povo francisquese renuncie, não dá mais infelizmente.

    ResponderExcluir
  3. Em 2009 a desculpa era que o orçamento fora feito pelo prefeito da gestão anterior.

    Agora qual é a desculpa, se o orçamento foi elaborado pela gestão atual?

    Tá ficando difícil Luiz Zero !!!!

    ResponderExcluir
  4. O que está acontecendo com a nossa querida e pacata cidade?Para os defensores da atual administração,não tem mais cabimento,justificar tamanho caos, com acusações a gestão anterior. Não adianta mais retroceder aos erros passados! O que estamos vivendo no presente, nunca vimos anteriormente.É uma vergonha! E o futuro? O que a população francisquense poderá esperar? Quem esá plantando? Quem irá colher?

    ResponderExcluir
  5. Ei Luiz Zero, vamos parar de brigar com os vereadores vamos cuidar das nossas entidades, que riscam suas vidas para salvar a população.
    E aqui vai uma mensagem para os veradores, vcs não aprovaram o emprestimo para amicrodragagem, agora aquenta, ou pois o prefeito não conseguiu entrar num acordo com SÃO PEDRO e agora esta transbordando os valos e o rio da ponta pedreira, isto e muita sacanagem.

    ResponderExcluir
  6. o corpo de bombeiro tem que ficar em alerta , pois a coisa ta pegando fogo na prefeitura e samae. quero ver se precizarem dele , e nao tiver combustivel e agua

    DAI LUIZzero repasssa a verba pra eles porque se a populaçao precizar e nao ter viatura o povo vai cobrar na prefeitura.
    que vergonha heim .

    ResponderExcluir
  7. Se for assim é melhor que o orçamento do ano passado repita em 2010, assim pelo menos esta Corporação tão necessária estaria sendo atendida, para poder atender NOSSA POPULAÇÃO.
    Grato

    ResponderExcluir
  8. É lamentavel que somente um dos lados é ouvido.
    Alguma coisa esta errado nessa história.
    O prefeito não é tão louco a ponto de cortar verbas sem justificativas obvias.
    Parem pra pensar.
    Será que a prestação de contas esta a contento?

    ResponderExcluir
  9. hahaha pessoal,estava eu num belo churrasquinho com um bela geladinha,entre amigos e alguns trabalham no campo de concentração (Prefeitura)comandado pelo rei luiz 11,e o que escutei falar mal do prefeito e de seus secretarios olha foi absurdo,os funcionarios conversam entre amigo e se abrem mesmo,pois na rua nao da pra falar nada é bem capaz de alguem apontar uma arma na sua cabeça.

    ResponderExcluir
  10. http://www.pictogame.com/en/play/game/rTid1yWP1sMj_sabotador-dance-s


    É a dança do Sabotador! Use o teclado!

    ResponderExcluir
  11. Fiquei sabendo que a AECAR- Associação dos Catadores de Reciclaveis fechou as portas por falta de repasse também.

    ResponderExcluir
  12. Francisquense envergonhado23 de janeiro de 2010 12:00

    Atual administração,como fica nossos anjos da guarda sem verba,pessoas que colocam suas vidas em risco para salvar outras(de mesma indole do Sr. Roberson Samae,desculpem mas fui obrigado a fazer essa ligação).Aonde vamos para com tamanhã falta de competencia da atual administração,como ja havia mencionado em comentarios anteriores,cada dia uma nova historia da atual administração,historias de terror.Pede arrego top,o negocio ta feio.Que vergonha...

    Srs. vamos colaborar com nossos anjos da guarda.

    ResponderExcluir
  13. ERRADO ........HOJE O BOMBEIRO ESTA DENOVO SOCORRENDO O POVO e nao deu tempo pra pedir ajuda...CADE OS VEREADORES..hoje sao chico esta se afogando...E agua em todo lugar ....CADE O DINHEIRo .....QUAL VEREADOR VAI PAGAR MEUS MOVEIS Q A AGUA LEVOU ...PERDI QUASE TUDO HJ....E AGORA NOBRES VEREADORES..

    ResponderExcluir
  14. SARED E VERDADE QUE VAI TER VOTAÇAO DENOVO SOBRE O PROJETO DA MACRODRENAGEM? BEM QUE PODIA SER HJ ...SAO CHICO TA AFOGANDO.....

    ResponderExcluir
  15. Pelo que sabemos a prefeitura esta organizando os convênios com as entidades, pois as coisas vinham meio bagunçadas desde gestão do prefeito Odilon, o que não é nenhuma novidade. Creio que essa situação deve ser regularizada nos próximos dias.
    Aproveitando esse espaço quero aqui deixar o meu protesto contra os digníssimos vereadores que votaram contra macro drenagem, será que eles ficaram sabendo dos alagamentos e prejuízos causados pela forte chuva no dia de hoje? Hum?! Entrei no site da CÂMARA, que, aliás, é péssimo e nunca atualizado, para enviar umas fotos de como ficou minha rua durante a enchente, pasmem, só consegui o email do vereador Clóvis, dos demais não estavam disponíveis, porque será? Foi alguma orientação? Que casa mais democrática!!!!

    Carlos Henrique de Novaes - Morador do Afoga aí, ou ACARAI para os que não moram no bairro!

    ResponderExcluir
  16. Sempre colaboramos com os bombeiros, é pouco eu sei, pois o corpo de bombeiros, sempre fez um lindo trabalho com a nossa comunidade. Fico triste com o descaso da prefeitura municipal, peço por favor, que o prefeito pare de escutar fofocas de alguns, e que vista a camisa em prol de São francisco, nossa cidade merece uma otima e excelente administração. Brigas e fruticagens que fiquem fora. Abraços a tds!

    ResponderExcluir
  17. Tá era só o que faltava , levaram 13 meses na administração do municipio e agora a culpa é do PASSADO. Se os Bombeiros e outras entidades não tem R$ é por incompetencia do REI LUIZ 11, prestação de contas são feitas até ABRIL/JUNHO para as entidades.

    Onde está o REI LUIZ 11 ?
    PQ não vem em publico pedir desculpas pela sua INCOMPETENCIA ADMINISTRATIVA ?
    Chutou todo mundo de perto, só ficou quem realmente precisa de R$ ou vai viver de esmola.

    ASSINADO 12

    ResponderExcluir
  18. os alamentos nas cidades de Joinville, Itapoá e São Paulo, deve ser culpa dos vereadores que não votaram os empréstimos solicitados pelo executivos. Pare! se hoje está acontecendo alajamento não é pela não aprovação do empréstimo, mesmo porque se esse tivesse sido aprovado, de qualquer forma estaria alagada nossa cidade. Tenho minhas dúvidas, mesmo esse empréstimo aprovado daqui a alguns anos vamos está lamentando do mesmo jeito. O dinheiro foi para as cucuia e o lagamento permanece.

    ResponderExcluir
  19. Dar dinheiro as entidades é uma coisa. Agora repassar dinheiro publico e outra bem diferente para quem trabalha dentro da Lei. Aos muitos pessimistas de plantão, principalmente aos veradores, façam alguma coisa, busquem receitas para ajudar esta Corporação que tanto salva vidas em nosso Municipio. Não fiquem ai atraz do teclado so arranjando culpados.

    ResponderExcluir
  20. Sared, busque tbm saber da Prefeitura porque a verba não esta sendo repassada. Tem coisa errada, este é um dos mais importantes serviços prestados a pupulação. Mesmo com toda a dificuldade esses corajosos homens e mulheres estvam la hj pela manhã, fazendo resgate. Aquilo que na teoria para os nobre vereadores não é nada. Simplesmente uma chuva de verão. ""Esta frase ficou marcada para muitos participantes aqui do blog, SAO CHICO NÃO ENCHE".....Lembrem disto nesta eleição, pessoal. De quem partiu e quais os partidos responsaveis por esta asneira.

    ResponderExcluir
  21. Municipe DECEPCIONADO23 de janeiro de 2010 18:11

    SÃO CHICO ESTA COM VARIOS PONTOS ALAGADOS POR FALTA DE MANUTENÇÃO E LIMPESA NOS DUTOS E BUEIROS .FIQUEM DE OLHO!!! ISTO TEM ALGUMA FINALIDADE.

    ResponderExcluir
  22. Resposta ao anônimo 17h37min

    Os alagamentos, enchentes e afins poderão sim acontecer após uma obra do tamanho da macro drenagem, mas tenho certeza que não nas proporções de como acontecem hoje!
    Se você tivesse saído de casa hoje pra ajudar seu vizinho que implorava socorro, por que a água subiu e inundou sua casa, você não falava uma besteira dessas! Se você é cego, então me perdoe, afinal, qualquer individuo que anda pela cidade nos dias de chuva forte ver que uma obra como essa resolveria e muito todo esse problema de alagamento!
    Quanto aos alagamentos de Joinville, Itapoá e SP, posso te garantir que tem solução. É só tirar milhares de pessoas de áreas de risco, fazer piscinões, macro drenagem e por conscientizar a população para que evite jogar lixo nos rios, pois em SP já vi carro, sofá, cama, pneus e etc, jogados nos rios! Não podemos de maneira nenhuma desperdiçar uma chance como a que temos agora. E que cada cidade procure resolver seus problemas! Você deve ser vereador ou deve morar no barco príncipe pra falar tal asneira! Meu vizinho chorava igual criança, meu, como é triste ver um homem chorando e ainda sendo vitima de pessoas como você que cruzam os bravos numa hora dessa!

    ResponderExcluir
  23. Fazendo uma análise "racional", sem levar em conta a emoção percebo que muitas pessoas estão condenando os vereadores sem muita razão.
    Eis minha linha de raciocínio:

    1) Os vereadores são eleitos com a concordância de uma maioria de pessoas que os escolheram para representá-los.

    2) Os vereadores (em tese) são capazes de analisar as propostas encaminhadas pelo executivo, pois são dotados de conhecimento técnico (próprio ou através de assessoramento).

    3) O voto dos vereadores sempre deve ser levado em conta com as condições apresentadas (das propostas feitas pelo executivo).

    4) Os vereadores são livres para votar a favor ou contra qualquer projeto (tem autonomia e foram eleitos para isso)

    5) Sobre a macrodrenagem, a principio fiquei chateado, depois analisando percebi que não há necessidade do município se endividar por vários anos.

    6) Se analisarmos outras gestões passadas, veremos que sempre foi feito drenagem sem gastar fortunas.

    7) Houve falta de manutenção em galerias e alguns projetos mal elaborados (também com o anigo secretário de planejamento não poderia ser diferente).

    8) Existem OCUPAÇÕES IRREGULARES à margem de córregos e morros, os quais sempre foram objeto de denúncias, mas não foram corrigidas.

    9) Os rios de nosso município precisam urgentemente de um programa de recomposição da mata ciliar (isso tem que ser ação do executivo).

    10) Então crucificar os vereadores pela não aprovação de um EMPRÉSTIMO de mais de R$ 30.000.000,00 sem qualquer projeto para seu uso nao me parece ser uma forma racional.

    11) Os vereadores votaram conforme sua consiência e mais ainda, com extrema responsabilidade, pois, quem é de nós que empresta dinheiro para os outros sem garantias e sem saber no que vai ser usado?

    12) Quanto às entidades essa sim precisam ser fiscalizadas e ver qual o real ganho para a sociedade. Bombeiros certamente não se precisa discutir sua importância e sim deve-se apoiar incondicionalmente, assim como as associações de combate ao câncer, Banda Guarani (que faz um trabalho social fantástico), AECAR (que cuida do meio ambiente) e várias outras.

    Portanto, antes de escrever, devemos dicernir os fatos e pensar de forma RACIONAL.

    É isso SARED.

    ResponderExcluir
  24. Faz 10 meses que uma patrola não limpa as valas no UBATUBA e região ...

    ResponderExcluir
  25. Vou da minha nota para o secretario do Zera.

    Saúde
    9
    Educação
    8,5
    Esportes
    8
    Turismo
    8
    Indústria, Comércio e Porto
    0
    Habitação e Desenvolvimento Social
    1,5

    Agricultura e Pesca
    7,5
    Meio Ambiente
    0
    Balneários
    4,5
    Obras
    5
    Infraestrutura
    8,5

    ResponderExcluir
  26. Há enchentes por culpa do próprio ser humano, todo mundo sabe disso. O ser humano não sabe onde deve-se jogar lixo...

    Por isso amo cada vez mais os animais, em especial os cachorros...

    ResponderExcluir
  27. Repasse para os universitário, ZERO!
    Repasse para o Corpo de Bombeiros, ZERO!
    Repasse para a Rede de Combate ao Câncer, ZERO!
    Repasse para aos Catadores de Reciclaveis, ZERO!

    Que nota daríamos a administração ZERO?

    ResponderExcluir
  28. Aqui, parece que tudo é responsabilidade da prefeitura.. Ninguém aqui cobra do governo estadual o motivo do sucateamento dos bombeiros? Pelo que sei, a responsabilidade é daquela esfera de governo e não do poder público municipal.

    O poder público municipal poderia contribuir, sem sombra de dúvidas, mas aí é que está o X da questão, uma vez dado o dedo, geralmente se quer a mão inteira.

    O trabalho dos bombeiros é de extrema relevância, importância e respeito, sem sombra de dúvidas, mas sempre responsabilizar o poder público municipal está começando a ficar um pouco partidária a discussão por aqui.

    Aliás, a ausência do Estado e participação nas Políticas Públicas que são responsabilidade daquela esfera, está muito aquém de maravilhosa, pois todos estamos observando o desmonte literal do "estado".

    E também, vamos considerar uma outra coisa, como dito aqui, auditoria em contas públicas geralmente com instituições que prestão serviço de relevância pública, sempre causam desgastos na comunidade, seja ele quem for, todos ficam penalizados e costumam usar mais a emoção do que a razão para dirimir alguma dúvida sobre determinada instituição.

    Faltou ao amigo Cezar Blanski esclarecer com maior propriedade quais os motivos do não repasse, o que estaria ocorrendo, e não lançar suspeitas, pois na sexta-feira a Rede-Feminina retornou seus trabalhos, e estavam em recesso de fim de ano, foi a resposta que obtive, e que não há problemas com os convênios daquela instituição.

    É sabido e de conhecimento de todos, que sempre e todos os anos, existem exigências legais para estabelecimento de convênios, critérios, contas a acertar, renovação de registros e outras várias análises que são feitas pelo Poder Público, senão é feita uma farra com o Dinheiro Público, e aqui não estou falando dos Bombeiros, mas de todas as instituições que de algum modo são co-financiadas pelo Erário por prestar serviços de relevância pública.

    Claro que no Governo do Dilo não havia problema, e só agora eles estão aparecendo, mas que falem várias intituições que sabem que no governo anterior os recursos eram liberados pelo Critério "vou com a cara do freguês", e isso é irresponsabilidade com o erário.

    Então, como já diz o ditado: "Pelos Pecadores os justos pagam", seria o que melhor pode traduzir o que ocorre hoje com os bombeiros.

    E no estado de SC, sempre se alternam no poder os partidos do sim e do sim senhor, como diria a senadora biônica, personagem do Terça Insana, esse ano é o momento de renovar a esfera estadual, e pensem seus votos, com vistas a elegermos alguém que possa moralizar o governo, chega de mesmice e dos mesmos de sempre, vamos dar chance a novos partidos, eleger ângelas, pavans, marianos, e marianas vai ser sempre a mesma coisa, amim continuará mandando e paulos afonsos da vida. Sempre.

    ResponderExcluir
  29. Saibam que a lei de acessibilidade só saiu porque uns politicos viveram na pele por uns minutos ,pra não dizer segundos,o drama de andar nas ruas e repartições publicas com os olhos vendados ou sentados em uma cadeira de rodas.

    Somente saira macrodrenagem o dia que esses @#$%¨&
    eleitos pelo povo passarem por tal situação de alagamento ou tiverem sensibilidade em seus corações para acompanhar de perto as familias(crianças,idosos) que moram nessas regioes.

    Anderson Reta

    ResponderExcluir
  30. Boa tarde, sou um admirador dos bombeiros voluntarios de nosso estado, conheço todas as corporação e oque ela significa para sua comunidade.
    E posso comentar aqui nesse blog sem sombra de duvidas que esta corporação que hoje passa dificuldade, é a mais admirada e respeitada perante todas as corporaçôes de bombeiros voluntários de nosso estado, devido estar adequada a atender todos os tipos de emergencia dentro e fora de nosso municipio, como por exemplo as catastrofes ocorridas em 2008, onde 10 homens ou melhor super heróis como deveriam ser chamados esses bombeiros que não se intimidão com o perigo quando são chamados.
    Como eu estava falando da referencia que os bombeiros voluntários de são francisco do sul, todas as corporações do nosso estado tem um quadro de bombeiros efetivos que garantem um atendimento 24horas por dia, repito todos os quarteis desde os pequeninos aos grandes.
    Quem nunca precisou da ajuda de um bombeiro um dia vai precisar, pense bem nisso prefeito Luz Zera.

    ResponderExcluir
  31. A atual administração perde tanto tempo tentando achar pêlo em ovo nos convênios firmados pela administração anterior, que esquece de avaliar as necessidades e a contribuição destes convênios para o município, assim deixam de levar em conta o serviço essencial tanto dos bombeiros e da rede feminina em salvar vidas, quanto da AECAR que contribui com a destinação do lixo.

    ResponderExcluir
  32. Marcia - Rocio Pequeno23 de janeiro de 2010 20:30

    Sem bem me lembro, o verador Clovis Matias conseguiu R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais)para a corporação dos bombeiro (ano passado). Esse recurso foi por intermedio de um deputado (se não me falha a memoria).

    Vereador deixa de ser troxa, comece a dilvulgar suas ações junto a comunidade...

    ResponderExcluir
  33. é um absurdo entidades com tamanha utilidade pública, que se analisarmos ainda acabam ajudando a prefeitura a economizar dinheiro, pois se formos contratar mão de obra especializada, comprar equipamentos e as viaturas mais a manutençao dos mesmos o custo será muito maior, assim também acontece com a Rede Feminina, se o município tiver que assumir este serviço com mão de obra, equipamentos e manutenção e com a AECAR não é diferente pois só os custos pra destinar o lixo processado por eles em aterro sanitário pagam o convenio deles e ainda sobra muito dinheiro. Então cadê a administração que não enxerga isso. Deixar uma entidade como os bombeiros ter que pedir dinheiro nas ruas e a AECAR fechar as portas.

    ResponderExcluir
  34. Conforme manifesto do caro leitor, realmente sobre a Rede Feminina não tinha o conhecimento do por que do fechamento, mas parece que o repasse ainda não foi formulado. Em questão de problemas na prestação de conta, deve-se realmente ter um certo rigor na fiscalização, mas que seja realizado um padrão. Concordo que a argumentação de não repassar a verba porque o recurso x não era para investir no y, mas para isso que seja resolvido um protocolo padrão, para que todas as entidades seguissem, não só os bombeiros, Rede Feminina ou o Aecar.
    Como exemplo, empresas coma a Transpetro, a própria Secretaria de Desenvolvimento Regional oferecem cursos para a prestação de conta, pois eles tem um sistema padrão desse sistema diferenciado, então as entidades sabem como formular os documentos, conforme o sistema.
    Com relação ao Estado, ele disponibiliza a cada trismestre um repasse, que deve ser empregado exclusivamente em equipamentos e materiais de salvamento, combate à incêndio e primeiros socorros.
    Diferente de muitos estados, Santa Catarina é a região do país onde há a maior cobertura de bombeiros por cidade, graças aos voluntários, que são entidades civis e municipais, por isso, a parceria com a Prefeitura Municipal, juntamente com a iniciativa privada é de grande valia.

    Qualquer sugestão ou crítica podem ser postados aqui, ou direcionadas ao e-mail cezarresgate@hotmail.com, por e-mail vocês podem até xingar se precisar [rsrs].

    ResponderExcluir
  35. Marcia do Rocio Pequeno.....você deve ser parente do clovis pra defender tal sujeito!!
    para né!!
    Mande ele divulgar o que ele fez ontem, enquanto a cidade era quase varrida pelas chuvas?
    Sai pra lá, marcita!

    ResponderExcluir
  36. VERGONHA PARA A ADMINISTRAÇÃO PUBLICA FALTAR VERBA PARA QUEM REALMENTE TRABALHA, CREIO QUE TEU SECRETARIADO NÃO ESTEJA SEM PAGAMENTO, QUE NÃO É POUCO QUE VOCÊ PAGA PARA UM BANDO DE IMCOMPETENTES PRA COMEÇAR POR VOCÊ MESMO.TUA FAMILIA E TEUS SECRETARIOS PASSAM POR FARTURA EM CASA E OS FUNCUIONARIOS DOS BOMBEIROS QUE NOS ATENDEM E TEM SUAS FAMILIAS PASSANDO NECESSIDADES TENDO QUE FAZER BICOS EM OUTROS LUGARES PARA GARANTIR A ALIMENTAÇÃO DA FAMILIA FORA O ATENDIMENTO QUE ESTÁ AMEAÇADO POR CAUSA DO TODO PODEROSO, ESTÁ SE ACHANDO DEUS ...
    MEU FILHO É BOMBEIRO E PASSA POR DIFICULDADES FINANCEIRAS POR TUA CAUSA, HOJE ESTA MORANDO COMIGO GRAÇAS A VOCÊ TEVE QUE SAIR DA CASA POIS TEM LUZ E ÁGUA CORTADOS POR FALTA DE PAGAMENTO ISTO É JUSTO, ISTO É QUERER UMA CIDADE MELHOR, DESISTA VOCÊ NUNCA VAI CONSEGUIR ISTO, POR FALTA DE COMPETENCIA E FALTA DE HUMILDADE

    ResponderExcluir
  37. Cezar!
    Não te conheço, mas soube que vc é estudante de jornalismo e trabalha na corporação, certo?
    Deveria ouvir o outro lado, ou não aprendeu isso ainda??

    ResponderExcluir
  38. Alguem ou algum Vereador conhece pessoalmente a AECAR? Já viu como funciona? Ela tem Licença Ambiental de Funcionamento (LAO)? Como e usado a verba dos repasses? Onde são gastos o dinheiro da venda da reciclagem e como é distribuido entre os catadores. Alias tem um cadastro atualizado de quantos catadores existem lá. Eu pessoalmente conheço o local. É imundo, falta Licenciamento adequado, é comandado somente por duas pessoas a anos. Como pode injetar dinheiro publico naquilo. Qual o retardado assumira estes riscos. Visitem o local, ele fica a Rod. Duque de Caxias,(RETA) s/n proximo a Polimix.

    ResponderExcluir
  39. CEZAR TE APOIO, QUEM DEFENDE O PREFEITO É EXATAMENTE QUEM MAMA NESSA TETA, FALE MEU AMIGO VOCÊ TEM DIREITO DE EXPRESSÃO, OS BOMBEIROS MERECEM SENDO VOCÊ FUNCIONÁRIO OU NÃO DESTA ADMIRAVEL CORPORAÇÃO QUE TANTO AJUDA A POPULAÇÃO, ESPERO QUE VOCÊ QUE CRITICOU ELE NUNCA PRECISE DO BOMBEIRO, POIS SE PRECISAR VAI SER MUITO BEM ATENDIDO.
    BOMBEIROS DE SÃO FRANCISCO A COMUNIDADE AGRADECE E ESTÁ DE MÃOS DADAS COM VOCÊS, PELO MENOS OS INTELIGENTES ESTÃO.

    ResponderExcluir
  40. Ola anônimo de 25 de janeiro de 2010 01:05. Me camo Marcelo Miranda, sou biólogo e participei desde o início da AECAR.
    A AECAR foi fundada em 2001. As propostas iniciais eram de trazer para São Francisco, um PROGRAMA de gerenciamento de resíduos sólidos, porém, na gestão do ex-prefeito, existia uma equipe muito egoísta e individualista, que incluía pessoas ligadas a setores importantes, como a antiga Secetaria de Planejamento.
    Acontece que os chefes desses setores, sequer entendiam a proposta de recilagem e sua importância.
    Na época a única ajuda prestada à AECAR era o repasse do aluguel do barracão. Apenas isso.
    Como o barracão é alugado, fica difícil a AECAR investir em melhorias.
    Na época, apresentei à Prefeitura Municipal, câmara de vereadores e outras empresas várias propostas para a implantação do programa de Reciclagem, porém, aquelas pessoas que citei anteriormente entenderam que fornecendo apenas o Licenciamento Ambiental estava mais que suficiente, porém, não era bem assim.
    Mais tarde saí da Prefeitura e me afastei da AECAR, devido às minhas necessidades profissionais, e atualmente não sei como estão as coisas por lá.
    Mas a AECAR pode trazer um enorme benefício ao município, basta reprogramar e oferecer suporte técnico por um breve período de tempo.

    ResponderExcluir
  41. A propósito a AECAR é a única Entidade que está autorizada a receber materiais recicláveis, pois é a única que possui LICENCIEMENTO AMBIENTAL.

    ResponderExcluir
  42. Marcia do Rocio Pequeno realmente o Clovis ajudou no intermédio do repasse de 25 mil reais, que aliás, foram investidos nesse veículo que está sendo adaptada para ambulância e entrará m funcionamento no ínicio de fevereiro. Participaram da negociação os deputados estaduais Nilson Gonçalves e Ademir Garcia.

    Caro anônimo, realmente estudei jornalismo e realmente se valoriza bastante a imparcialidade, mas se você não reparou, a data e hora da postagem já era além do expediente da Prefeitura Municipal, e o pedágio (que teve que ser cancelado devido as chuvas e não tem outra data confirmada para se realizar) era no dia seguinte, não poderia esperar até hoje (segunda-feira) para postar uma informação que ocorreria sábado, e todos os transcorrer do corpo do texto, foi uma forma de dizer o por que da pedágio. Sem mencionar que para conseguir um agendamento para falar com alguém na prefeitura e brincadeira, mas a oportunidade ocorrerá assim que possivel, pois como falastes, realmente o outro lado tem seu direito de se escutado.

    E sobre eu ser bombeiro, estava a muito tempo conversando com o Sared, o quanto é dificil eu publicar algo sobre a corporação, por essa reação mesmo, mas dessa vez achei propícia a oportunidade, mas levei em consideração o compromisso com o blog. Mas de qualquer forma é de grande valia seu comentário.

    Façam como o Anônimo das 23:34, a senhora Marcia do Rocio Pequeno, e como todos os admiradores. Participem. Comentem os post,mas com moderação respeitando a integridade de todos e, na medida do possivel, assinem-os.

    ResponderExcluir
  43. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  44. Peço realmente desculpas a uma classe que, indeferente da briga no cenário político de São Francisco do Sul, sempre apoiou os Bombeiros Voluntários, através de seus projetos. É a Câmara de Vereadores.

    Vale também salientar, que atrasos não ocorreram somente nessa gestão, mas nas gestões anteriores. Geralmente elas ocorrem na passagem de um ano para o outro ou na troca do Chefe do Poder Executivo.

    A relação dos bombeiros, como de outras entedidas, com a Prefeitura Municipal sempre foi amistosa, pois uma depende da outra.
    Para se ter uma noção, O Rotary Club foi o grande idealizador dos bombeiros em 1977, e a instituição foi fundada em uma reunião sabe onde? No gabinete do vice-prefeito da época, Rogerio Zattar Jr, na sede da Prefeitura. Aliás, o senhor Rogérinho foi o primeiro presidente da Sociedade Corpo de Bombeiros Voluntários de São Francisco do Sul, hoje Associação de Serviços Sociais Voluntários.

    Isso é um breve retrospecto pelo contexto da entidade em discussão.

    ResponderExcluir
  45. Prezados bom dia, quero lhes informar que mediante esta situação os bombeiros não deixaram de trabalhar, mais mediante as consequencias da falta de repasse poderão, dois meses de verba atrasada, fornecedores de combustivel e material estão cortando o fornecimento por falta de pagamento, portanto as viaturas não irão funcionar, no caso de este fato acontecer com certeza a cidade vai virar um caos pois se não temos bombeiro não temos atendimento de urgencia e emerencia na cidade.
    Isso é lamentável, a comunidade tem que fazer algo para ajuda-los eles são nossos heróis, nosso guerreiros, verdadeiros anjos da guarda que deixam seus lares sem saber se voltam para salvar vidas e bens de pessoas desconhecidas, Prefeito não faça isso, pois tenha certeza que você também depende deles para teu sucesso...

    ResponderExcluir
  46. Concordo com o Carlos - Centro. Eles, independente de qualquer coisa sairam de suas casas e ajudaram a população na enchente. Muitos pais de famílias dependem do Bombeiro como unica fonte de renda e muitos estão com sérias dificuldades financeiras. Sem contar que se faltar o mínimo de estrutura, que são: combustivel, material de primeiros socorros.... fica dificil de trabalhar, sem falar nos problemas em casa por falta de pagamento. Por favor, vamos ajudar. Precisamos muito deles, imagina a vergonha para São Francisco os bombeiros pararem suas atividades por falta de combustivel? Sr. Prefeito, por favor, imploro que o Sr reveja a situação deles com atenção merecida. Repito: muitas famílias dependem do salário que recebem no bombeiro. Vivo muito de perto essa situação deles. Até o vale alimentação deles que é de apenas R$ 60,00 foi cortado, parem para pensar o que passa na cabeça de um pai de família diante dessa situação?? Sr. Prefeito, olhe a situação dos nossos anjos mais de perto!!! Se tem algum problema na prestação de contas ou outro qualquer, por favor, explique para eles. Não deixe a instituição tão linda morrer, nem as famílias passarem fome. Srs moradores e Srs empresários, vamos fazer alguma coisa para ajudar. Eles ainda estão lá, trabalhando.

    ResponderExcluir
  47. Sem dizer que o prefeito almento a verba do hospital e diminuiu a do bombeiro isto é uma vergonha pq ñ aumento do bombeiro ainda.... sem dizer que os bombeiros ficaram sem viatura para atender a comunidade algumas semanas atraz. dai nos da população ficamos na mão pq o Samu nada né para atender uma ocorrência temos que passar por varios questionamento que demora pra mais de 15 minutos vamos la Prefeito dar este apoio para eles..

    ResponderExcluir