sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Salva-vidas resgatado na Prainha

Um salva-vidas que estava desaparecido foi resgatado do mar há poucos instantes na Prainha. Segundo o bombeiro, e redator do Blog, Cesar Blansk, o rapaz se chama Edson e está sendo levado por uma ambulância para o pronto atendimento médico da Enseada. Conforme informações repassadas a Cesar pela polícia militar, o salva-vidas teria entrado no mar para dar um mergulho ao final do expediente quando se afastou cerca de cem metros da praia e desapareceu. Colegas de trabalho de Edson participaram das buscas e conseguiram localizá-lo.

Sared Buéri


O guarda vidas civil, Edson, foi resgatado pelo helicoptero Águia da Polícia Militar por volta das 19h30. Ele ficou desaparecido por cerca de 30 minutos atrás do costão esquerdo da Prainha (Praia da Saudades). De acordo com as primeiras informações, ele entrou na água para treinar a entrada de arrebentação, mas devido as condições do mar, ele não conseguiu voltar para praia.
O helicoptero foi acionado após dois  outros guarda vidas entrarem na água para tentar resgatar seu colega. As condições de vôo eram péssimas, de acordo com o Capitão Cota (Batalhão de Aviação), mas a necessidade fez com que ele e sua tripulação superassem os risco e deslocassem para a Prainha, onde resgataram Edson e seus colegas. Apesar de toda a aflição, o rapaz passa bem.
O comando do 4° Grupamento de Bombeiros Militares de Santa Catarina irá apurar a imprudência do guarda-vidas, que estava sozinho no posto 1 na horam do ocorrido.

Cesar Blanski
cezarresgate@hotmail.com

5 comentários:

  1. Por ai percebe-se a periculosidade do mar.
    Nem o Salva-vidas esta livre do perigo.
    O banhista pode até ser o Cielo,mas se a essa distancia der uma cãibra ,já era!!!

    ResponderExcluir
  2. Ta chovendo muito, acho que vou ter que levantar os móveis!!
    Socorros senhores vereadores.......!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Pelo que eu entendi...
    O prazo do PAC foi perdido. Culpa de quem? Secretário de Infra-estrutura, srº Elizeu. Se perde-se uma verba desta dimensão, o mínimo que pode-se esperar é EXONERAÇÃO do culpado, no entanto, o culpado ganhou mais uma secretaria "Meio Ambiente", certo?
    Diante destes fatos pode-se concluir que há uma grande cumplicidade entre Prefeito e Secretário.

    A verba Federal exige prestação de contas e, se não aplicarem toda a verba, a mesma deve ser devolvida aos cofres públicos. Um empréstimo não necessita de prestação de contas, portanto, não seria necessário gastar 31 milhões na obra de Macrodrenagem, poderia-se gastar menos e, com o resto aplicar em outras benfeitorias. Inclusive em benefício de qualquer pessoa.
    Acho que os vereadorers estão certos em não assinarem tal projeto, pois o mesmo está acontecendo com outras verbas Federais que não sabemos onde está sendo aplicado. O FUNDEB é um exemplo.

    Gente, lembram do Fernando Collor de Mello? O que o povo fez com ele? Ele era Presidente da República e o povo...

    ResponderExcluir
  4. Onda, onda, olha a onda...8 de janeiro de 2010 22:10

    Mais uma mancada do Barcellos...

    Onde estão as placas de sinalização no mar?

    ResponderExcluir
  5. Uma enquete legal, seria para colocarmos um codinome no Dorlei, para formarmos a dupla dos governantes, onde só um governa.
    Sugestões:

    Tip e Top
    Top e Desentop
    Top e Pop
    Top e Fod
    Cabecinha e Cabeludo
    Rei e Roberto
    Marrentinha e Marrotado
    Cris e Crise
    Tá deu e Tá fora (leia-se Tadeu e Tafora)

    E outros mais, que os blogueiros irão sugerir, porque a criatividade impera neste Blog.
    Participem!

    ResponderExcluir