sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Enquanto isso, a chuva caí...

Para alegrias de uns e tristezas de outros, a chuva está causando os já conhecidos pontos de alagamentos. Na Enseada, bombeiros tiveram que remover uma familia da rua Porto Alegre, para casas de parentes. Na Estrada Geral do Forte, uma barreira deslizou e a área teve que ser isolada. Apesar dos fenômenos, a situação está tranquila e nenhuma medida extraordinária precisou ser tomada por órgãos de defesa civil.

Situação de riscos

Em uma conversa informal, com o presidente do Comdec (Conselho Municipal de Defesa Civil) de São Francisco do Sul, Jair Patruni, ele me informou que os pontos de risco da cidade estão sendo monitorados com frequencia. A Defesa Civil e o Seinfra estão trabalhando em conjunto para resolver os problemas causados com a chuva, e na semana que vem, as obras de restruturação de pontos de riscos (Monte Castelo/ BR-280) serão avaliadas pela Coordenação Estadual de Defesa Civil.

Alerta para o final de semana

Diferente dos finais de semanas anteriores, o próximo será de muita chuva e vento. O alerta é da Defesa Civil Estadual e informa que toda a região norte catarinense será atingida.
No site do Ciram (Centro de informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorolia de Santa Catarina), a informação é que sábado será de tempo nublado e chuva forte, variando a temperatura de 24° à 30°, com ventos noroeste e nordeste atingindo 10 km por hora média, e rajadas de 45 km/h.
Já no domingo, predominará a nebulosidade variada, podendo ter chuvas isoladas. O vento deve ficar a 5km/h, com rajadas de 25km/h, e a temperatura deve continuar nos 24º a mínima e 30º máxima.

Tempo bom

De acordo com o site do Ciram, o tempo terá uma melhora na terça-feira, quando terá sol, mas com possibilidade de pancadas de chuva a tarde e a noite. A temperatura deverá atingir 31°.

Por Cesar Blanski
cezarresgate@hotmail.com

32 comentários:

  1. Sared, um pedido. Vai mais devagar nas postagens, pois caso contrário perderemos algumas postagens valiosas...

    Talvez de 12 em 12 horas?

    ResponderExcluir
  2. O Barcellos já foi isolar a área do Forte?

    O pessoal que apreveite a chuva e tome banho, porque água só depois do CARNAVAL...

    Aliás, a pedido da Liga das Escolas de Samba, o desfile das mesmas, mudará para a Marcílio Dias, que absurdo!

    E o comércio e o Centro Histórico mais uma vez agradecem. Ficarão a ver navios, ainda bem que a secretária disse que virão mais 12 navios este ano. E, os comércios de Joinville e Blumenau agradecem de fato, pela ótima idéia da secretária de Turismo de São Francisco do Sul.

    ResponderExcluir
  3. Tem Covarde que brinca com coisa seria. A Casa dele esta bem segura.

    ResponderExcluir
  4. alagou sua casa cidadão , pegue e va se instalar na casa de um dos 5 vereadores que votaram contra projeto da macro drenagem os 5 cavaleiros do apocalipse

    ResponderExcluir
  5. As cheias realmente tem que acontecer o que o secretario do senfra entede de São Francisco do Sul, nem daqui de sfs é....realmente a maioria dos secretários deste governo do Top Prefeito são de fora...criticava tanto o ex-prefeito Odilom com seus secretátios, dizia em palanque que ele iria nomear gente da terra porque aqui tem gente competente, e isso não ocorreu...Acorda Top Prefeito....

    ResponderExcluir
  6. O certo quando alaga sua casa não é se instalar nas casas dos cinco vereadores, tem que se instalar na casa do Top Prefeito ou dos seus secretários que não conseguem intregar o PROJETO DO MACRODENAGEM NO DATA CORRETA,onde perdemos a verba do PAC DO governo federal,depois vão para o programa de rádio mentir para o povo, dizendo que os vereadores não aprovaram, mas o que os vereadores não aprovaram não foi a verba do PAC e sim o empréstimo de 32 milhões,pra que tanto empréstimo se no ano de 2010 o Top Prefeito tem 324 milhões para trabalhar e resolver todos esse problemas...para que tanto dinheiro querem...

    ResponderExcluir
  7. Gente, o culpado pelo alagamento é ELIZEU LIMA, secretario de infra-estrutura e agora do meio ambiente tbm, ele é aquele que nao tem calendário na sala, e q adora perder prazos para ver o povo se ferrar e o top se justificar e arruma mais brigas com os vereadores.
    O ELIZEU LIMA, É O UNICO CULPADO PELAS ENCHENTES E PELO SOFRIMENTO DO POVO FRANCISQUENSE, SERA Q NGM ENTENDEU ISSO AINDA?!

    Vamos todos para a casa dele,entregar calendário de 2010.

    ResponderExcluir
  8. Senhores(as)sensacionalismos de ambos os lados confundem o povo. Parabéns, o trabalho que vocês estão realizando realmente surte efeitos imediatos. Ninguém entende mais nada nessa "história da carochinha". Mais uma vez prova-se que pessoas despreparadas estão em ambos os lado, mais uma vez entende-se que os trâmites, as necessidades de informações precisas, o que realmente torna seguro este tipo de empréstimo não está sendo levado em consideração. Espero que povo francisquense procure se informar das reais condições do projeto, que a prefeitura apresente os pontos mais importantes do projeto, de forma a chamar o povo para cobrar dos vereadores uma posição adequada ou então, por outro lado, os vereadores se pronunciem publicamente em locais de mídia de facil acesso, explicando os porquês de não votar o projeto. O bom senso tem que entrar em ação, pois o sensacionalismo está tirando o foco de coisas importante e imediatas como o problema sério da falta de água, o problema da associacão dos catadores de lixo reciclável, um posto de saúde no bairro Rocio Pequeno que está super mal localizado no segundo andar onde o único acesso é por uma escadaria imensa (ACESSIBILIDADE ZERO). Que se pronunciem as partes de forma adequada. Briga de criança não resolve o problema do povo.

    ResponderExcluir
  9. O período de chuvas está aí com suas consequencia: enchentes, desbarrancamentos, desmoronamentos, deterioração acelerada das vias públicas que vão continuar até que seja feito um trabalho global de prazo e custos longos. Por isto está na hora de Executivo e Legislativo deixarem de lado desentendimentos políticos, buscarem apoio na sociedade organizada, empresários de visão e povo em geral para fazerem frente à estes e outros problemas que nos afetam.
    O Sr Prefeito deve continuar mandando projetos e os Srs Vereadores DEVEM votá-los sempre (não disse aprová-los).
    Um bom início é saber se o Município dispõe de uma Carta Geotécnica para determinar a situação do solo quanto a possibilidades e riscos de ocupação e uso. Caso exista ela está atualizada à luz das novas tecnologias ? Está sendo seguida quando da liberação de construções, loteamentos, invasões, saibreiras, depósito de lixo etc ?
    Câmara e Executivo devem pugnar junto aos órgãos, Deputados Federais e Estaduais, Senadores e Governo do Estado para que intervenham no Ministério da Integração Nacional com o objetivo de trazerem verbas federais destinadas à obras para evitar tragédias e prevenção de catástrofes. Acredito que o Executivo está fazendo sua parte ao chamar os Srs Vereadores para conversar e apresentar-lhes os projetos que já existem neste sentido. Que eles tomem ciência, discutam, divirjam mas votem sempre, a favor ou contra, e justifiquem para que saibamos os porquês de seus votos.
    Prevenção é mais barato que recuperação e vidas humanas podem ser poupadas com estas atitudes.

    ResponderExcluir
  10. Toninha - Baia da Babitonga9 de janeiro de 2010 16:05

    Pessoal, tá todo francisquense muito sem noção mesmo, vamos ser ponderados nos comentários? Daqui a pouco, vão começar a dizer que o aquecimento global é culpa do Zera, que a morte das carochinhas na etiópia é culpa dos vereadores, que a morte do seu madruga de cirrose também - dá um tempo. Vamos ter um pouco de noção??? Se o projeto tivesse sido aprovado, isso significa que não iria ter cheias? que o empréstimo da caixa iria fazer com que não chovesse mais em SFS e nem em SC inteira? É claro que teria, haverá cheias se fizerem a macrodrenagem? haverá também, é a imprevisibilidade da natureza, estamos sujeitos a isso. Dizer que alagou na enseada por conta dos vereadores? Irresponsabilidade, dizer que foi culpa do prefeito? Irresponsabilidade, dizer que foi culpa do Elizeu? Irresponsabilidade, é por isso que perdemos o espaço, vamos raciocinar criticamente, vamos elevar o debate, vamos mostrar que inteligência não é uma pessoa é um coletivo. Dizer que o povo é isento? Verdade, Dizer que o que outros fizeram foi errado ou certo? Meia Verdade do passado, Dizer que as pessoas pensam somente em si mesmas e que se tiver uma graninha qualquer um cala a boca? Verdade. Dizer que princípios e respeito podem ser jogados fora em detrimento ao lucro? Verdade. Dizer que o problema da água tem que ser resolvido? Verdade. Acusar e apontar pessoas vai resolver o problema? Vai encher caixa de água? Verdade.. opz.. comecei a pensar parecido.

    Mas, Porque o SEINFRA ainda não fez uma apresentação pública do projeto? Dá ampla divulgação pra ele, faça consultas públicas no CINE, na Vila, na Enseada, no Ervino, convida todo mundo, divulga, chame o povo pra discutir, é assim que se faz política, não é com meia dúzia de pensantes. Isso não, continuasse investindo na política de botequim, onde tudo se resolve pagando umas pingas, vamos ser honestos, transparentes, mostrar a intencionalidade real. Vamos parar de decidir o destino de São Francisco do Sul em reuniões na casa do x, na instituição do y, vamos encontrar coerência política em projetos que são bons para os munícipes, vamos chamar a comunidade a ajudar a decidir, vamos auxiliar o pensamento político de cada cidadão, essa é a democracia de fato, esse é o papel desse blog, vamos crescer, construir e escrever textos com sugestões. Teremos três anos pela frente dessa gestão, a eleição já foi, vamos parar de fazer política para grupos, empresariais, minorias, maiorias, etnias, partidos, pessoas, vamos fazer política séria para todos, vamos valorizar a mão de obra são francisquense, vamos honrar o status de terceira cidade mais antiga, se for hounfler ou araquari a nossa inspiração, tanto faz, mas vamos discutir o que é bom pra São Chico. Parem de pensar que uma pessoa, um herói, um rei, um dono da verdade vai vir nos salvar ou crucificar. Parem de falar em deus isso, deus aquilo, parem de pautar a política de SFS na Bíblia, a bíblia só pra constar aos nobres Edis e Prefeito é ótima para a religião, então parem de misturar, vamos fazer política com seriedade, serenidade, com respeito ao público, na dose certa, na hora certa.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  12. do mercado municipal9 de janeiro de 2010 16:48

    Claro que não existe Carta Geotécnica, e mesmo se houvesse, porque só agora alguém falaria nisso?
    Afinal, temos um Sec de Obras importado (que na verdade nem deixa seu voto aqui) mas enfim, vamos aos fatos.
    Percebi que ele gosta mesmo é de tirar arranjaos natalinos, principalmente as "renas" as "ovelhas" e os "veadinhos".

    ResponderExcluir
  13. O TOP PREFEITO não tem influencia em BRASILIA, para conseguir verbas para a macro drenagem sem precisar fazer este empréstimo escandaloso?Acredito eu, que legislativo e executivo deveriam reunir forças para buscar essas verbas a nível federal sem precisar com que nós contribuintes tenhamos que pagar esta divida junto a caixa econômica federal.Essa conversa de dizer que os vereadores não aprovam isso ou aquilo ta ficando desgastado ja.O VEREADORES sabem que o TOP PREFEITO deveria buscar outros caminhos para realizar o projeto que ele mesmo e seus secretários perderam.Portanto senhor prefeito para de ser peralta, e faça a coisa certa,ou então está mais que provado que o TOP PREFEITO é incapaz de exercer um cargo de prefeito e sem EQUILIBRIO EMOCIONAL para lidar com a oposição!

    ResponderExcluir
  14. a morte das carchinhas da etiopia eu nao sei, mas monte de sardinhas mortas que estao sob o pier do tesc e na beira da praia do paulas é sim, nao digo culpa, mas responsabilidade... verifiquem... o cheiro no paulas ta insuportavel

    ResponderExcluir
  15. Bela explanação Maxuel, mas sabemos que há desentendimentos entre o Legislativo e o Executivo e sabemos dos inúmeros benefícios poupados a população, pois são os que realmente sofrem com isso, creio que o diálogo é a melhor forma de resolver problemas e de se chegar a um denominador, percebo tua (e de todos) insatisfação e desejo para que isso logo ocorra e que nossa cidade se torne aquilo que gostaríamos que realmente fosse, sugestões e idéias todos temos, mas entendo que a paz deverá vir do administrador de nossa cidade, cabe a ele e somente a ele esse tão sonhado diálogo, o primeiro passo deverá ser dado por ele, pois não é mais aceitável que as entidades públicas sejam manipuladas ou atuando e impondo características de comando autoritário; nas cidades inteligentes, com administradores inteligentes, atualmente pratica-se uma política que valoriza a opinião pública em seu exercício, a maior presença do cidadão na administração pública é fundamental para a gestão municipal, pois é ele o maior beneficiário das obras; é, portanto, o principal cliente da empresa pública.

    Nestas cidades, cada órgão e serviço público têm a função primordial de atender ao cidadão de acordo com suas necessidades, e de servir à população em prol do bem-estar-social.
    Pode-se dizer que as necessidades para estes fins são classificadas em IMEDIATAS e MEDIATAS. As necessidades IMEDIATAS são aquelas que as pessoas precisam ter suprido na hora, as quais podem ser: saúde, educação, alimentação, ABASTECIMENTO DE ÁGUA, saneamento básico, segurança e moradia; são também consideradas como necessidade de sobrevivência para o indivíduo. Já as necessidades MEDIATAS que não exigem realização imediata; são importantes e fundamentais, mas não proporcionam riscos de vida pra o cidadão. É o caso dos serviços de transporte e/ou pavimentação, que são de extrema importância, mas sua exceção poderá ser realizada com tempo e planejamento estipulados pela administração pública, sendo controlada e fiscalizada conforme os devidos trâmites legais. Ou seja, são o contrário das necessidades imediatas, que não podem faltar, pois são aquelas relacionadas a satisfação das necessidades básicas do indivíduo e, conseqüentemente, constituem, por assim dizer, serviços públicos de primeira necessidade.

    As obras públicas refletem os interesses dos indivíduos primeiramente pelo município e com ajuda de instituições privadas (parcerias).
    No poder público, o representante não trabalha sozinho; ele necessita de pessoas que o auxiliem no planejamento e na coordenação dos objetivos traçados em sua gestão. Todo administrador precisa ter uma visão global e ter bem traçado o plano de metas, bem como a elaboração de diretrizes que servirão de direcionamento para a sua gestão.
    A demanda de implantação de grandes obras é cada vez maior em São Francisco, e existe a necessidade constante de aprimoramento dos serviços públicos devido ao crescimento, ao progresso das cidades e da população, fator relevante de ser considerado por uma administração.
    Um importante exemplo disso é o transtorno vivido pela falta d’água em nosso município no período atual.

    Falta apenas este diálogo para que São Chico seja um sonho, e não um pesadelo.

    ResponderExcluir
  16. CORRIGINDO

    ...mas não proporcionam riscos de vida PARA o cidadão.
    É o caso dos serviços de transporte e/ou pavimentação, que são de extrema importância, mas sua EXECUÇÃO poderá ser realizada com tempo e planejamento estipulados pela administração pública, sendo controlada e fiscalizada conforme os devidos trâmites legais.

    ResponderExcluir
  17. Débora e Denis

    Se são esses seus nomes verdadeiros, convido-os a irem até a Seinfra que terei enorme prazer de mostrar-lhes os projetos de transformação da cidade, e aí voces poderão entender (poderão??) e obterem informação pra emitirem suas opiniões com alguma base. Sabe que nem eu sabia que tinha esse poder de fazer chover e provocar enchentes.

    A propósito, em que rua moram?

    Elizeu Lima
    Secretário de Infraestrutura, Urbanismo e Integração (Ah, e para seu governo não sou secretário do Meio Ambiente).

    ResponderExcluir
  18. nao acredito muito nesta macrodrenagem pois um emprestimo deste tamanho muita gente está crescendo o olho " até eu" quem garante que o emprestimo deste tamanho seria unicamente para este destino acho que uma boa parte desta bolada vai se perder no caminho

    ResponderExcluir
  19. Sobre as sardinhas mortas no paulas.
    O amigo anonimo que peça aos dois vereadores do paulas para limparem a sujeira,pois nem pra votar para limpeza das praias foram capazes.
    E ta aí o desafio.
    Continuo parabenizando o Sr Sec. Elizeu por sua atitude de explicar a quem quer que for o projeto,mesmo a pessoas leigas.
    Só a raça de oposição ao desenvolvimento a São Chico que não enxerga que o executivo esta trabalhando para resolver as cacas de gestões anteriores que só construiam praças e reformavam parquinhos a custos muito duvidosos e por perseguições ou bancadas tudo era abafado.

    ResponderExcluir
  20. Moradores de S. Chico e amigos da Débora e do Denis, se é que são esses os nomes deles.10 de janeiro de 2010 05:26

    Débora e Denis,

    Se são esses seus nomes verdadeiros, peço que aceitem o convite do srº Elizeu, que deveria chamar Elideu porque deu furo nos prazos, e aproveitem para levar calendários de 2010. Quem sabe assim o Elideu não perca mais nossas verbas. Acho mesmo que ele deveria chamar Jádeu, e que ele voltasse a sua cidade de origem, pois a mesma nunca mandou verba para sustentá-lo aqui.
    Quanto a secretaria do Meio Ambiente, ele deveria saber que assumiu interinamente, já que todos nós sabemos.
    Quanto ao poder de fazer chover, sabemos que ele não tem e muito menos o poder de enviar projetos dentro do prazo. Portanto para ele "Jádeu"!

    ResponderExcluir
  21. Alexandre, você foi muito feliz em seus comentários. Peço licença para acrescentar suas palavras às minhas. Você disse tudo o que eu gostaria de ter dito. Este Blog se enriquece com a participação de pessoas com a sua visão. Precisamos deste tipo de diálogo e discussão para melhorar o patamar e atingir os indecisos, decontentes ou que tenham outra visão dos fatos e que eles venham também trazer suas contribuições.

    ResponderExcluir
  22. Oi Toninha - da Baia Babitonga, gostei do que você escreveu mas pondero alguns pontos:
    - Não há imprevisibilidade da natureza, ela é totalmente previsível desde o momento em que o homem interfere com ela de maneira irresponsável.
    Se constroi nas encostas derrubando a mata, vai haver desmoronamento, desbarrancamento e destruição;
    Se aterra rios, valas e riachos, vai haver enchentes devido a eliminação da calha ciliar que poderia conduzir a água;
    Se aterra e constroi em áreas pantanosas, vai haver enchente a qualque chuva, isto tudo sem contar outras consequencias advindas destes atos irresponssáveis. A natureza não é a responsável por estes males, somos nós mesmos.
    - Quanto a obras para minimizar ou eliminar estes problemas, elas são sim necessárias, mas como os problemas são grandes e antigos, seu custo e prazo são dilatados. Não podemos pensar no hoje (não tem como solucionar AD HOC ou por decreto) nem sermos imediatistas mas planejar-mos e projetar-mos para amanhã. O hoje temos que conviver e conformar-nos com os fatos que não retroagem, não podemos parar as chuvas que já caíram, as enchentes que já encheram etc, mas por causa disto não devemos abandonar ou deixar de propor ações para as próximas temporadas e gerações. E isto tem um custo.

    ResponderExcluir
  23. Segue um link do blog da 1º Promotoria de Justiça de São Francisco do Sul ,que em parceria com o executivo municipal tem colaborado para amenizar a situação da falta de agua.
    Vale a pena conferir,só lembrando que acho isso uma medida paliativa,visto que o municipio precisa mesmo é de investimentos pesados para recuperar o tempo perdido.
    http://sfs1pj.blogspot.com/2010/01/proposta-execucao-provisoria-de.html

    ResponderExcluir
  24. Antes de tudo quero parabenizar ao Sared pelo Blog, recebi o convite da amiga Mariângela para participar e fico feliz em voltar pela segunda vez e ver alguns dos blogueiros debatendo em alto nível, é disso que precisamos, debate sadio e inteligente e sem anonimato, obrigado Maxuel pelas considerações, estarei aberto as críticas e elogios de todos, tenho aprendido muito sobre política pública na faculdade, e sei que críticas destrutivas predominam em vários setores e segmentos da sociedade, mas eu quando critico, acompanho-as com soluções, foi assim que aprendi, e é assim que penso.

    Problemas/Soluções!

    Desde que me tornei funcionário público (a pouco mais de um ano) tenho passado por algumas secretarias importantes, conheci e aprendi o trabalho e interagi com os capacitados e os incapacitados, mas fico muito surpreso quando estes são do alto escalão, a questão aqui é INCOMPETÊNCIA mesmo, pois eles usufruem dos meios tecnológicos mais avançados, dicionários, assessores e inteligência suficiente para “gerenciar” sua equipe e trabalho, mas parece que mesmo com todas estas vantagens aliadas a seu favor, elas ainda estão aquém do desejado e esperado, deixando expostas e desguarnecidas as suas secretarias (e seus nomes) e o próprio executivo, talvez porque a sociedade cobra cada vez mais uma melhor qualidade dos serviços públicos, bem como a prática desses serviços prestados com um maior nível de transparência, mas isso não justifica o despreparo de alguns e o destaque de outros, basta ter uma visão mais global da atual situação e das mudanças necessárias para conseguir prosperar neste novo modelo de sociedade, onde as exigências das pessoas devido à evolução do conhecimento humano, amplia-se em relação a serviços e até mesmo no que diz respeito à qualidade e bom atendimento, mas o conhecimento aqui é extremamente importante, e a informação, quando transformada em conhecimento, gera benefícios múltiplos (e um desses benefícios seria profissionais (bem informados/conhecedores) mais capacitados e adequados para a atuação nos serviços e nas obras), e quem conseguir em sua administração (executivo, legislativo, secretarias, etc.) fazer isso acontecer, terá em suas mãos ferramentas práticas e fará a diferença.

    Creio em mudanças, em melhorias e em atitudes arrojadas, porque o principal objetivo da administração é a integração das pessoas e a coordenação de suas atividades, e essa integração de todo o corpo funcional resultará num melhor desempenho na elaboração de suas metas e objetivos, o que falta hoje é exatamente estreitar estas relações; e, de momento, executivo e legislativo devem interagir e entrar em acordo pacificamente, com isso; projetos de extrema importância serão aprovados, obras serão executadas, metas serão atingidas e teremos resultados positivos em todas as áreas do município.

    Sempre que puder, passarei por aqui!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  25. Olha, tem um anonimo aí que está comentando assuntos com total desconhecimento. Aliás essa é a ultima vez que menciono esse anonimo, pois, se não tem coragem de se identificar, só pode ser alguém desimportante como pessoa ou de má fé.

    A Prefeitura não perdeu nenhum prazo junto ao Min. das Cidades, muito pelo contrário. O último prazo e será definitivo, é termos aprovado o Projeto de Lei da macrodrenagem pelos vereadores até dia 12/1 pois dia 15 o mais tardar tem que estar de posse do Min. Cidades. Aliás, todos os prazos podem ser checados no site do Min. das Cidades (www.mcidades.gov.br ou ligabndo para a REdur da CEF em Joinvile.

    Estamos lá na Prefeitura sempre à disposição de todos os cidadãos de bem para explicar todos os detalhes da macrodrenagem, mostrar as areas de riscos de inundações (que quem sofre ou sofreu essas inundaçõe já sabe) os projetos das galerias e tubulações e os custos dessas obras por trecho, e do projeto de transformação de São Chico numa cidade boa para se viver e boa para se investir, conforme a visão dessa gestão, aliás visão esta definida pelo nosso Prefeito Luiz Zera, que é um Prefeito executivo, e homem de visão e ação.

    E vamos fazer, mesmo com os anônimos desinformados como este que escreve para este blog.

    A propósito, quando comentei na minha sala de trabalho que estava sem o calendário de 2010, lá existiam apenas 4 pessoas que ouviram isso...logo, sr. anonimo, estará brevemente identificado...aliás, já suspeito quem voce seja, mas como não quero cometer nenhuma injustiça, vou esperar um pouco mais para revelar quem voce é...e vou revelar neste blog.

    E voce pode ir também lá conhecer todos os projetos de que falei. São Chico dos Direitos e da Cidadania, São Chico Sustentável, São Chico das oportunidades, São Chico da Eficiencia de Gestão, São Chico da Cultura, Esporte e Lazer, São Chico das Metas etc, e com certeza voce passará a entender a administração da cidade, e se for alguem que gosta do trabalho, irá nos ajudar, pois trabalho é o que não falta.

    Elizeu Lima
    Secretario de Infraestrutura, Urbanismo e Integração

    ResponderExcluir
  26. BRAVO ELIZEU. ISTO DEVE SER DE ALGUM PELEG.. SAFAD... MENTIROSO QUE NÃO HONRA NEM CUECA QUE VESTE. DESTE TIPO SFS TÁ CHEIO, É PRESIDENTE DE PARTIDO, FUNCIONARIO PUBLICO, MOTORISTA DE EX-PREFEITO, FISCAL PUBLICO, ANALFABETO, ADVOGADO E MUITOS OUTRAS MARIONETES. QUE NÃO PRODUZEM PARA POVO, MAIS TBM NÃO DEIXAM OUTROS, MESMO QUE DE FORA DA CIDADE PRODUZIR.

    ABRAÇO,
    ANDREA
    SÃO FRCO.SUL

    ResponderExcluir
  27. Srº Elizeu, se não perdemos o prazo, como o srº falou, onde entra o empréstimo então, que vocês desejam fazer junto a Caixa Econômica Federal?
    Quando eu penso que entendi, eu vejo que não entendi é nada...

    "SÓ SEI QUE NADA SEI"...

    Mas gostaria de ir ao SEINFRA me interar mais deste assunto, sim.

    ResponderExcluir
  28. Sr. Elizeu Lima vc perdeu sim o prazo de entrega do projeto da macrodenagem Pac que seria repassado 31 milhões para São francisco gratuitamente do Governo Federal,,os vereadores ja aprovaram faz tempo, o que vcs querem agora é que os veradores aprovem o empréstimo para este projeto de 31 milhões a ser feito pela caixa economica federal para ser pago em 20 anos e com carência de 4 anos o Top não pagaria nada em sua gestão, o sr. tá pensando que o povo francisquense não tem informações e é burro só porque nós não somos de São Paulo seu Elizeu...para com isso fala a verdade para o povo...

    ResponderExcluir
  29. Sinceramente, acho que o srº Elizeu está por aqui pra fazer currículo e depois trabalhar com a equipe do Malluf.(dizem que ele é de S.Paulo, eu imaginava que com aquele sotaque forçado fosse do Rio)

    1º- Para que o empréstimo, se ainda não venceram os prazos.

    2º- Os vereadores JAMAIS deixariam de aprovar um projeto, se não for para o bem da população, eles querem reeleição e querem mais...do que ser vereador.

    3º- Portanto,esta história está muito mal contada.

    4º-Acho mesmo que o Elizeu deveria chamar Elideu, como outra postagem, pois Elideu um fora atrás do outro...

    Lembram dos recursos que deveriam ser enviados pelas cidades dos veranistas? São Paulo ou seja lá qual for a cidade deste cidadão, está mandando recursos para o mantermos por aqui?

    Este srº está realmente acabando com o nome do Zera, será que ele não percebe isso?

    Não estou conseguindo mais raciocinar, talvez tenha sido apenas Marketing para acabar com os vereadores...

    ResponderExcluir
  30. Tenho certeza que, mesmo não sendo daqui, o Sr. Elizeu conhece e sabe muito mais de SFS do que os próprios vereadores. Afinal, mesmo os cinco cavaleiros do apocalipse sendo de SFS, votam contra os seus próprios conterrâneos. Que vergonha!

    ResponderExcluir
  31. Quem paga é o povo.Esqueçam essa historia de quem vai pagar é o Zera ou os Pmdb que sonham em voltar,ou o PDT ou sigla ou candidato.
    Quem vai pagar a conta somos nos.
    Aprovem logo isso por amor a São Chico e as familias que moram em lugares de alagamento.
    No minimo esse pessoal do contra não pagam nem seu IPTU.

    ResponderExcluir
  32. Como você diz para os vereadores aprovarem este empréstmo?
    O prazo, segundo srº Elizeu, vencerá amanhã. Marquem uma sessão extraordinária e vamos a Câmara fazer pressão para que os vereadores aprovem este projeto, assim receberemos a verba federal, e nãp precisaremos de empréstimo algum da CEF.

    ResponderExcluir